agricultura campo

NA FRONTEIRA DA               (I)LEGALIDADE:

Desmatamento e grilagem no MATOPIBA

O Cerrado do Matopiba perdeu mais vegetação nativa nos últimos 20 anos do que nos 500 anos anteriores, tendo como principal vetor a expansão da fronteira agrícola. Essa plataforma reúne análises que demonstram a imbricação entre desmatamento e grilagem na região: o avanço brutal do desmatamento sobre o Cerrado serve como instrumento central na consolidação dos processos de invasão de terras públicas e tradicionalmente ocupadas, bem como novas formas de grilagem viabilizam a expansão do desmatamento.

 

Enquanto isso, o tratamento institucional da questão fundiária no Matopiba tem se colocado mais a serviço da garantia de segurança jurídica para investidores, especuladores e grileiros, do que da titulação dos territórios indígenas, quilombolas e tradicionais e da reforma agrária. É um cenário desafiador e desfavorável para os povos do campo, mas ao mesmo tempo revela comunidades obstinadas a lutar pelo que lhes é de direito.

mapa brasil_cerrado.png
fundobg_1.png

CASOS GRILAGEM

 

Clique no mapa dos estados para conhecer os casos analisados. Os achados mostram flagrantes esquemas de grilagem, marcados pela impunidade, a leniência das instituições, a injustificada lentidão dos processos de titulação dos territórios, a devastação do Cerrado e a violência contra as comunidades tradicionais.